Catena Zapata - uma das vinícolas mais renomadas da Argentina

Indiscutivelmente o melhor e mais reverenciado produtor da Argentina, na opinião unânime de toda a imprensa especializada internacional, de quem recebe sempre as melhores notas e prêmios. Para a Wine Spectator, trata-se do “líder inquestionável de qualidade na Argentina” e, para Parker, “Catena representa o máximo em vinhos da América do Sul”. Sua criação máxima, o raro Nicolás Catena Zapata, é o melhor e mais prestigiado vinho da Argentina, sem dúvida entre os grandes tintos do mundo. Seu fantástico Catena Alta Malbec — “Vinho do Ano” para a Gula em 2005 e um dos “100 Melhores Vinhos do Mundo” para a Wine Spectator em 2006 — é o melhor Malbec do país, de uma elegância e complexidade raramente encontradas na Argentina. Ele é um verdadeiro “vinho de terroir” do Novo Mundo, elaborado com uvas de cinco excelentes vinhedos plantados em altitude. Os Catena Alta Cabernet Sauvignon e Chardonnay também são maravilhosos, enquanto o cultuado Catena Zapata Estiba Reservada é um verdadeiro clássico, vendido apenas na Argentina e no Brasil, assim como os famosos Angelica Zapata. A linha Catena é imbatível, de incrível relação qualidade/preço, todos enormes sucessos. O grande lançamento recente fica por conta da bela linha DV Catena, que também traz vinhos de terroir, ricos e elegantes. São todos cortes da mesma uva plantada em dois vinhedos de diferentes personalidades, alturas e microclimas, em uma verdadeira exploração do terroir de Mendoza.

(texto retirado de www.mistral.com.br/produtor/catena-zapata)

Durante as últimas décadas, Nicolás e Laura Catena trabalharam incansavelmente junto a sua equipe de agrônomos no descobrimento, identificação e desenvolvimento dos melhores micro-climas das zonas altas de Mendoza. Nicolás Catena tem plantado uma enorme quantidade de varietais e clones em diferentes lugares e altitudes da montanha.

Esta busca para lograr a qualidade levou Nicolás e Laura a um crucial descobrimento no que se refere à influência da altitude no cultivo da videira em Mendoza. Ao observarem as importantes diferenças de solo, temperaturas médias e amplitude térmica que apresenta cada vinhedo segundo a altitude, descobriram que inclusive vinhedos muito próximos entre si, apresentam grandes diferenças e micro-climas notavelmente diferentes. Mostra-se desta forma a mágica do terroir de Mendoza.

Assim como os grandes artistas empregam seu espírito criativo para misturar e combinar cores na produção de suas magníficas obras de arte, esta ampla variedade de seleção de diferentes lotes tem permitido aos enólogos da Catena Zapata adentrar neste criativo e complexo processo de cortes para criar o vinho final.

Desde a safra de 2001, as linhas Catena e Catena Alta refletem esta filosofia de vinificação. São o resultado do corte de diferentes micro-climas e levam na etiqueta a denominação Mendoza, em lugar do nome do vinhedo específico. A única exceção é o rótulo Catena Alta Chardonnay, já que acredita-se que o vinhedo Adrianna, localizado a 1.480 m acima do nível do mar é o melhor lugar para o cultivo da Chardonnay em Mendoza.

E para enfatizar o conceito revolucionário de varietais de um único vinhedo e de corte, ou blend, de micro-climas, desde a colheita de 2002 cinco Malbecs provenientes de cinco vinhedos distintos são produzidos. Ao provar cada Malbec, é possível perceber as diferenças entre cada micro-clima e terroir das zonas altas de Mendoza.

Os rótulos Catena Zapata são produzidos de seis vinhedos distintos de Mendoza:

  • Angélica (distrito de Lunlunta)
  • La Pirámide (distrito de Agrelo)
  • Domingo (distrito de Villa Bastías)
  • Adrianna (distrito de Gualtallary)
  • Nicasia (distrito de Altamira)
  • Angelica Sur (distrito de El Cepillo)

Catena Zapata

A linha ícone da vinícola

Nicolás Catena Zapata

O grande rótulo da vinícola é elaborado a partir de uma seleção dos melhores lotes do Cabernet Sauvignon e Malbec. O primeiro Nicolás Catena Zapata foi produzido em 1997, um ano excepcional para a Cabernet em Mendoza. O lançamento ao mercado foi no ano 2000, através de uma série de degustações às cegas realizadas na Europa e nos Estados Unidos, contra grandes vinhos do mundo, como Chateau Latour, Haut Brion, Solaia, Caymus e Opus One. Em todas as degustações, o Nicolás Catena Zapata 1997 obteve o primeiro e segundo lugar. Este vinho é elaborado unicamente em anos excepcionais.

Catena Zapata Estiba Reservada

Este é o vinho preferido da família Catena Zapata. Resulta de um corte das variedades Cabernet Sauvignon, Cabernet Franc, Petit Verdot e Malbec. As uvas Cabernet Sauvignon provêm do antigo vinhedo “La Piramide” localizado na zona de Agrelo. Uma vez escolhido o momento da colheita, se selecionam lotes em cada vinhedo, depois se selecionam plantas de cada lote escolhido e, posteriormente, os cachos que, uma vez desengaçados, terminam fermentando em pequenos barris de carvalho francês, onde permanecem estagiados por aproximadamente 24 meses. Finalmente se seleciona aqueles barris que serão engarrafados. De cada colheita, usualmente, se engarrafa um pouco mais de 30.000 garrafas. Da colheita 2006 se obtiveram 34.700 garrafas. Claramente é um vinho de guarda, esperando que alcance sua maior qualidade a partir do décimo ano desde a colheita.

Catena Zapata Malbec Argentino

As uvas para a elaboração do Catena Zapata Malbec Argentino provêm de uma cuidadosa seleção dos melhores lotes dos vinhedos da família Catena. Estes se cultivam manualmente, de modo que produzam rendimentos muito baixos. As uvas sofrem micro-fermentação em barricas novas de carvalho francês, e depois o vinho é envelhecido durante 24 meses em carvalho francês 100% novo. Este vinho é elaborado em pequenas quantidades.

Catena Zapata Adrianna Malbec

As uvas para a elaboração do Catena Zapata Adrianna Malbec provêm de uma cuidadosa seleção dos melhores lotes do vinhedo Adrianna, o mais alto da família Catena. O vinhedo é cultivado manualmente, de modo que produzam rendimentos muito baixos. As uvas se micro-fermentam em barricas novas de carvalho francês e depois o vinho é envelhecido durante 18 meses em carvalho francês 100% novo. Este vinho é elaborado em pequenas quantidades.

Catena Zapata Nicasia Malbec

O Catena Zapata Nicasia Malbec, proveniente do vinhedo Nicasia, situado a 1.173 metros acima do nível do mar, apresenta uma profunda cor violácea com reflexos vermelhos. Este Malbec oferece aromas de frutos negros maduros, especiarias doces e tomilho. Na boca é um vinho muito expressivo, de boa complexidade, que remete a violetas, pequenos frutos negros, alcaçuz, chocolate amargo e gengibre.

Catena Alta

A linha varietal premium, focada no mercado global

Catena Alta Malbec

As uvas deste vinho provêm dos vinhedo Angélica, La Pirámide, Nicasia e Adrianna. A sua elaboração leva um exigente processo de seleção das uvas, tanto no vinhedo como na adega.

Catena Alta Cabernet Sauvignon

Este vinho é elaborado a partir de lotes cuidadosamente selecionados, localizados em diferentes altitudes de Mendoza. A partir do corte de cada um destes componentes, emerge um vinho de caráter único com muito equilíbrio, concentração e de identidade varietal. As uvas Cabernet deste vinho provêm dos vinhedo La Pirámide e Domingo, este último situado a uma altura de 1.130m.

Catena Alta Chardonnay

Localizado a uma altura de quase 1.500 metros acima do nível do mar, ao pé da Cordilheira dos Andes, o Vinhedo Adrianna, de solo pedregoso e clima frio, é ideal para o cultivo do Chardonnay. O Chardonnay deste micro-clima oferece uma grande pureza de sabores e uma intensa mineralidade, que são características deste vinhedo e não se encontram em nenhuma outra parte de Mendoza. As uvas do Catena Alta Chardonnay provêm de um lote especial do Vinhedo Adrianna, que abarca as fileiras 5 a 38. Para a elaboração deste vinho se realiza um estrito processo de seleção tanto no vinhedo como na adega.

Angélica Zapata

A linha doméstica premium, com foco varietal

Angélica Zapata Malbec Alta

Angélica Zapata Malbec é um blend proveniente de uvas Malbec de diferentes vinhedos.  O resultado é um vinho de grande concentração e elegância. O vinhedo Angélica proporciona aromas de ameixas maduras, geléia de frutos vermelhos, suavidade e volume ao paladar. La Pirámide brinda aromas de frutos negros de caroço e notas de pimenta preta e cravo da índia. Nicasia parcela 2,  proporciona frutos vermelhos do bosque,  frescura e elegância. A parcela 3 de Adrianna apresenta aromas florais intensos que remetem a violeta e lavanda, entretanto a parcela 9 deste vinhedo oferece uma cor violeta escura e profunda, aroma de frutos negros maduros, notas minerais e um longo final em boca. Estes cinco elementos conjugam-se excepcionalmente outorgando uma grande complexidade ao blend final. Ideal para acompanhar um bom churrasco argentino.

Angélica Zapata Cabernet Sauvignon Alta

Angélica Zapata Cabernet Sauvignon é um vinho elegante e complexo, de cor vermelho rubi profundo. Percebem-se neste vinho aromas de frutas vermelhas, como cassis, cerejas e ameixas maduras, junto a fragrâncias de especiarias como pimenta preta, cravo da índia e notas suaves de orégano e tomilho. Na boca resulta um vinho complexo, de bom corpo e estrutura, taninos bem integrados, maduros, de excelente persistência e intensidade. O envelhecimento em carvalho proporciona sabores de especiarias e baunilha.

Angélica Zapata Merlot Alta

Angélica Zapata Merlot é um vinho elegante e complexo, de cor vermelho violáceo com reflexos rubi, de nariz delicado, onde sobressaem aromas que lembram a de frutos vermelhos do bosque e notas suaves de especiarias, como pimenta preta e cravo da índia, proporcionados pelas uvas do vinhedo La Pirámide, e aromas de frutos vermelhos e negros maduros, como cassis e groselhas, concedidos pelas uvas de Nicasia e Adrianna. O envelhecimento em carvalho traz notas suaves de especiarias e baunilha. Na boca apresenta um ataque doce e corpo médio, acidez bem equilibrada, com taninos macios e redondos que oferecem um final prolongado e agradável.

Angélica Zapata Cabernet Franc Alta

O Angélica Zapata Cabernet Franc Alta apresenta uma cor vermelha rubi com suaves tons violáceas. Possui aroma intenso e concentrado com notas de cassis, groselhas maduras, toques de baunilha e especiarias doces, como pimenta preta e cravo da índia. Na boca é doce e com excelente estrutura, exibe frutos vermelhos maduros com marcados toques de eucalipto e pimenta preta. Este vinho, de excelente equilíbrio e elegância, possui um final bem estruturado e persistente e se prevê que evolucionará favoravelmente em garrafa até, pelo menos, o ano 2021.

Angélica Zapata Chardonnay Alta

Angélica Chardonnay é um “single vineyard” que reflete características próprias da zona de grande altitude aonde se origina. Com dias ensolarados e cálidos, e noites frescas ao pé do “Cordón del Plata”, as uvas de Chardonnay adquirem uma maturidade plena e bem balanceada. Sua cor é amarela intensa com reflexos  esverdeados claros. No nariz se apresenta concentrado e intenso, com aromas a frutas cítricas e um toque mineral. Na boca, mostra ataque doce e untuoso. É um vinho fresco com sabores de frutas maduras, notas de baunilha e uma excelente acidez natural que gera um final prolongado e persistente.

DV Catena

A linha doméstica premium em homenagem ao avô da família Sr. Domingo Vicente Catena

D.V. Catena Malbec Malbec

Domingo Vicente Catena Malbec Malbec é um blend proveniente de uvas de dois diferentes vinhedos.  O vinhedo Angélica proporciona aromas de geléia de ameixas maduras e amoras negras, suavidade e volume ao paladar. Já o vinhedo La Pirámide entrega aromas de frutos negros de caroço e notas de especiarias, como pimenta preta e cravo da índia. Tais sensações conjugam-se de maneira excepcional para dar origem a este vinho, intenso e concentrado, de final prolongado e muito persistente.

D.V. Catena Syrah Syrah

DV Catena Syrah Syrah é um vinho elegante, complexo, de boa concentração e cor violeta escuro. No nariz é intenso e complexo, apresentando aromas de amoras maduras, ameixas e couro, com notas suaves de baunilha, tabaco e licor. Na boca, apresenta ataque doce e boa complexidade, é amplo, com taninos suaves e redondos que lhe outorgam uma magnífica harmonia final. Um vinho ideal para acompanhar massas e carnes vermelhas, como cordeiro, ou simplesmente para degusta-lo e desfruta-lo com frutas secas e chocolate.

D.V. Catena Cabernet Malbec

DV Catena Cabernet Sauvignon Malbec é um vinho elegante e complexo, de cor vermelho rubi com reflexos violetas. No nariz apresenta-se intenso e concentrado, oferece notas de especiarias, proporcionadas pelo Cabernet Sauvignon do vinhedo La Pirámide, e notas de amoras maduras e ameixas, características do Malbec do vinhedo Angélica, acompanhadas por baunilha, tabaco e licor adquiridas pelo envelhecimento em carvalho. Na boca, apresenta ataque doce e boa complexidade, com taninos integrados e redondos, de final prolongado e persistente. Ideal para acompanhar carnes de caça, como o cervo e o javali.

D.V. Catena Cabernet Cabernet

O Cabernet Sauvignon, provém do Lote 3 do vinhedo La Pirámide. Estas vinhas foram plantadas em 1983 e outorgam um nível excepcional de equilíbrio e homogeneidade, desde a produção e distribuição total de cachos, até o tamanho e densidade da canópia da planta. As uvas de Cabernet Sauvignon deste lote possuem um sabor intenso de cassis e uma excelente estrutura. O segundo componente do Cabernet Sauvignon foi obtido do lote 2 do vinhedo Domingo. Esta grande altitude e vinhedos com climas mais frescos fornecem aromas de cerejas negras maduras, com um leve toque mineral e notas de orégano e tomilho. O resultado é um vinho de cor vermelha rubi intensa com reflexos violáceos escuros. No nariz apresentam-se aromas complexos, que lembram a cassis e framboesas, entremeados com especiarias doces, como pimenta preta e cravo da índia, cedro e couro, com notas minerais de grafite. Intenso e de bom corpo, este vinho de notável elegância oferece uma textura delicada e excelente equilíbrio. Sua acidez e taninos suaves lhe outorgam uma estrutura bem definida, coroada num final prolongado e persistente.

D.V. Catena Malbec Adrianna Vineyard

DV Catena Malbec Adrianna é um vinho elegante e complexo, de cor vermelha profunda com reflexos violetas. No nariz é intenso e concentrado, apresenta notas de cassis, framboesa e violetas, características do Malbec do vinhedo Adrianna, acompanhadas por baunilha, tabaco e licor adquiridas pelo envelhecimento em carvalho. Na boca possui ataque doce e boa complexidade, é amplo, com taninos suaves e redondos, de final prolongado e persistente. Ideal para acompanhar carnes de caça, como o cervo e o javali.

D.V. Catena Malbec Nicasia Vineyard

DV Catena Malbec Nicasia é um vinho elegante e complexo, de cor vermelha profunda com reflexos violetas. No nariz apresenta-se intenso e concentrado, oferece notas de amoras maduras e frutos do bosque, características do Malbec do vinhedo Nicasia, acompanhadas por baunilha, tabaco e licor proporcionadas pelo envelhecimento em carvalho. Na boca mostra grande complexidade e amplitude, com taninos suaves e redondos, de final longo e persistente. Ideal para acompanhar carnes de caça, como o cervo e o javali.

Catena

A linha varietal básica, focada no mercado global

Catena Malbec

A família Catena desenvolveu uma profunda investigação acerca dos solos e micro-climas das zonas altas de Mendoza, ao pé da Cordilheira. Em altitudes diferentes, cada vinhedo de Catena desenvolve um perfil único de aromas e sabores: sabores de ameixa madura e textura sedosa, no caso do vinhedo Angélica (860 m); pequenos frutos negros e notas de pimenta, no caso do vinhedo La Pirámide (940 m); cerejas negras e excelente estrutura, no caso do vinhedo de Nicasia (1.160m); explosivas notas florais e paladar concentrado, no caso do vinhedo Adrianna (1.500 m). O corte destes componentes dá lugar a um vinho de caráter único com equilíbrio, concentração e de grande identidade varietal.

Catena Cabernet Sauvignon

O mesmo esmero se dá na construção do corte de Cabernet Sauvignon, buscando-se diferentes elementos, sabores e sensações dos vinhedos da família: notas de groselha negra e cassis, com taninos doces e maduros, no caso do vinhedo La Pirámide (940 m); aromas de especiarias com toques de pimenta, no caso do vinhedo Domingo (1.130 m); taninos finamente integrados, no caso do vinhedo de Nicasia (1.160 m); grande mineralidade e notas de eucalipto, no caso do vinhedo Adrianna (1.500 m).

Catena Chardonnay

No caso do varietal chardonnay, recorre-se às uvas de três vinhedos para a construção de seu sabor complexo: vinhedo La Pirámide (940 m), de onde sai sabores de fruta tropical madura e uma envolvente textura; vinhedo Domingo (1.130 m), contribuindo com frutas brancas de caroço e um perfil mineral; e vinhedo Adrianna (1.500 m), de onde se evidencia vivazes notas florais, marcada mineralidade e excelente acidez.

Referências:

  • http://www.catenawines.com