Salton Lunae Rose N.V.

Salton Lunae Rose N.V.

O vinho é de fato muito simples, se confunde com um refrigerante. Mas não dá pra dar uma nota muito baixa pois esse é exatamente o propósito do produto. Bem gelado, ele é muito refrescante e divertido, tem sempre uma vaga na minha adega (dou preferência para o branco, pois apresenta ainda mais simplicidade do que o rose, onde já se percebe, mesmo que de longe, a estrutura que o tanino traz).

Santa Ines Estate Reserve Carmenérè 2010

Santa Ines Estate Reserve Carmenérè 2010

Vermelho rubi escuro com reflexos violáceos, tonalidade intensa para um vinho de média idade. Aromas de frutos do bosque, ameixa, eucalipto e leve toque de madeira. Na boca é apenas razoavelmente equilibrado devido à pouca acidez e taninos marcantes. Álcool, maciez e corpo medianos.

Vila Vita Alentejano White 2012

Vila Vita Alentejano White 2012

Bonita cor palha escura, já de um vinho mais maduro apesar de ser de 2012. Notas de baunilha, abacaxi, maçã. Acidez equilibrada e maciez um pouco comprometida. Possui uma untuosidade um pouco desagradável, mas nada que comprometa muito.

Vila Vita Alentejano Red 2011

GE DIGITAL CAMERA

Vermelho escuro, mostrando sua jovialidade. Aromas de framboesa, cereja e café. Esperava mais carvalho, de repente os 9 meses foram passados em barricas antigas. Vinho novo, merecendo descansar na adega por uns dois anos. Álcool equilibrado junto a acidez. Taninos sobram um pouco, podendo amaciar com os anos.

Salton Intenso Chardonnay N.V.

Salton Intenso Chardonnay N.V.

Amarelo-ouro muito bonito, com aroma de maçã, pêssego, maracujá, banana, todas maduras, caramelo e mel. Na boca é ligeiramente ácido, mas muito gostoso. É naturalmente um vinho doce, mas não tanto a ponto de enjoar. Excelente opção nacional para exercitar uma degustação pouco usual para nós brasileiros.

Fratelli Dogliani Barbera D’Alba 2010

Fratelli Dogliani Barbera D Alba 2010

Rubi-claro com ligeiro reflexo alaranjado. Corpo delgado, sem estrutura. Aroma significativo de madeira, baunilha e frutas secas. Na boca é equilibrado, com acidez a postos para trazer refrescor, combinando com a estrutura leve.

Cattacini Barbera 2011

Cattacini Barbera 2011

Cor de vinho envelhecido por anos: vermelho-rubi com reflexos altamente alaranjados. Culpa dos 6 meses em barrica francesa de segundo ano. Forte aroma de madeira e baunilha. Na boca mostra pouco corpo, baixo álcool, acidez identificável, mas tudo muito bem equilibrado.

Clos Cattacini Merlot 2009

Clos Cattacini Merlot 2009

Vermelho-rubi com reflexos alaranjados. Aroma facilmente perceptível de baunilha, madeira, pimenta e noz moscadas. Pouco corpo, pouca estrutura, mas muito bem equilibrado como todos os vinhos Cattacini. Taninos no limite, sem comprometer o equilíbrio.

Cattacini Quiron Chardonnay 2013

Cattacini Chardonnay 2013

Cor ímpar dourado amadeirado. Aroma marcante de derivados de leite, madeira, baunilha e noz. O sabor decepciona um pouco, muito simples. De repente tantos atributos visuais e olfativos geraram muita expectativa.

Carmen Central Valley Sauvignon Blanc 2011

Carmen Central Valley Sauvignon Blanc 2011

Amarelo palha claro, notas de hortelã, maçã verde, capim, abacaxi e mel. Aroma de média-baixa intensidade e persistência. Acidez viva e álcool equilibrado, um pouco carente de maciez. No geral, um vinho bem jovem, fresco e com pouca personalidade.

Antinori Toscana 2008

Antinori Toscana 2008

Se os taninos estivessem um pouco mais maduros, seria um baita vinho. Aroma de frutas doces, bem equilibrado e com álcool na medida.

Goulard Classico C 2011

Goulard Classico C 2011

Aroma de passas e frutas secas. Um pouco amargo, mostrando pouco equilíbrio entre álcool e estrutura. Taninos um pouco verde. Em geral um vinho mediano. Pelo preço, acaba se tornando uma boa opção.

Sportoletti Assisi Grechetto 2011

Sportoletti Assisi Grechetto 2011

Vinho da região de Assis (Assisi em italiano). Alegre e descontraído, coloração palha e sabor marcante para um branco. Possui personalidade, apesar de poder ser considerado um vinho simples.